O agente da Guarda Municipal, que foi baleado na cabeça durante uma perseguição em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, morreu na tarde desta segunda-feira (28), no Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

Ele estava internado na UTI desde quarta-feira (23), quando ocorreu o caso, e teve a morte encefálica confirmada pelo hospital. O suspeito que trocou tiros com ele morreu baleado pela equipe.

Conforme a Guarda Municipal, o suspeito foi abordado em atitude suspeita estava em um carro e fugiu da equipe. Durante a perseguição, ainda segundo os agentes da guarda, o homem começou a atirar.

Em seguida, o homem perdeu o controle da direção do carro e capotou. Mesmo após o capotamento, conforme os agentes, o suspeito continuou atirando. Ele atingiu o guarda e foi baleado, de acordo com os agentes.

No carro dele do suspeito, os agentes encontraram duas armas e uma pequena quantidade de droga.

Fonte: g1.globo.com/pr