Guardas Municipais

Guarda Municipal de Quatro Barras acaba com ‘festão da madrugada’: ‘Infelizmente temos muitos sem noção’

A Guarda Municipal de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), teve de acabar com uma festa realizada na madrugada de domingo (28), no Jardim Menino Deus. De acordo com a corporação, no local da festa estavam várias pessoas que, inclusive, faziam uso coletivo de narguilé.

O caso de perturbação do sossego e desrespeito às medidas de enfrentamento ao novo coronavírus foi descoberto após diversas denúncias que chegaram à GM darem conta de uma festa com várias pessoas, algazarra e som alto.

“Enquanto muitos colaboram no enfrentamento do Covid-19, poucos desrespeitam e auxiliam na proliferação do vírus”, disse a GM em uma postagem no Facebook. “Infelizmente, temos muitos sem noção do perigo que está nos cercando”.

Ainda segundo a corporação, houve uma primeita tentativa de orientação junto ao responsável da festa. O homem, porém, estava alterado e teria sido arrogante com os agentes, dizendo que a equipe não poderia entrar em sua residência e que não iria abaixar o som, pois era aniversário de sua esposa.

“Na sequência, equipe reforçou sobre as orientações, mas o responsável não acatou as orientações, onde com outras pessoas começaram a ofender os agentes de diversas palavras de baixo calão, vindo agressivamente em direção a equipe, sendo necessário uma ação repressiva, com uso de menor potencial ofensivo. A ação foi eficaz, onde o responsável foi contido, imobilizado e algemado conforme súmula vinculante n°11 do STF”, informa a Guarda Municipal.

Encerrada a festa com aglomeração de pessoas, o responsável pelo evento foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil e, de presente, agora deve responder por perturbação de sossego; desobediência, desacato e resistência; crime contra a saúde pública; e descumprimento de medidas emergenciais no combate à pandemia.

Até ontem, o município de Quatro Barras havia confirmado 112 casos de Coronavírus, com quatro óbitos. Metade dos óbitos na cidade, inclusive, foram registrados na região do Jardim Menino Deus, onde acontecia a festa em questão, e ainda há 14 pacientes com contaminação confirmada e atualmente em isolamento, além de outros 12 casos de pessoas já recuperadas da doença.

Fonte: https://www.bemparana.com.br/