Guardas Municipais

Guarda Civil de Diadema é assassinado e tem corpo carbonizado em Embu-Guaçu

O GCM (Guarda Civil Municipal) de Diadema, Hernani Lima, de 41 anos, foi encontrado morto em Embu-Guaçu onde morava. Seu corpo foi encontrado carbonizado dentro de um carro. A polícia investiga se ele teria se envolvido em uma briga nas imediações de sua casa. O veículo queimado e o corpo do guarda foram localizados na rua Emília Marconi, naquela cidade, após os bombeiros serem chamados para conter as chamas no automóvel.

O corpo carbonizado do guarda estava no banco de trás do carro e alguns pertences foram reconhecidos pela família. O boletim de ocorrência informa que um crucifixo que a vítima usava e que foi encontrado junto ao corpo ajudou na identificação. “Segundo relatado aos policiais, a vítima era Guarda Civil Municipal e esteve envolvida em uma briga durante a madrugada, ocasião que foi atingida por um bloco na cabeça. A companheira da vítima contou aos agentes que, por volta da 2h, o guarda foi até sua casa, carregou sua arma e saiu em seguida alegando que não voltaria. Horas depois, a mulher foi informada que viram o seu companheiro ser atingido por um bloco na cabeça, sendo colocado no banco de trás de um carro na sequência”, informou a Secretaria de Segurança Pública.

O caso é investigado pela Delegacia de Polícia de Embu-Guaçu, que solicitou exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e Médico Legal (IML) e o carro foi apreendido. A pistola e um celular da vítima não foram localizados. A ocorrência foi registrada como homicídio simples.

A prefeitura de Diadema também acompanha o caso. Segundo a administração Hernani Lima estava afastado as atividades por recomendação médica do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Assim que informado do ocorrido o comando da guarda passou a acompanhar o caso, enviando inclusive pessoal até Embu-Guaçu para acompanhar o registro da ocorrência.

Fonte: https://www.reporterdiario.com.br