Um guarda civil municipal de Osasco e a namorada dele foram resgatados, na manhã de sábado (2), de um sequestro por companheiros de trabalho do GCM após mais de 9 horas de tortura em cativeiro nas mãos de criminosos. Dois bandidos foram presos.

O guarda e a namorada dele foram sequestrados após ele ser reconhecido pelos criminosos próximo a tabacaria no Jardim Santa Rita, em Osasco, na noite de sexta (1º). As vítimas estavam dentro de um carro, quando foram rendidas pelos bandidos e conduzidos para uma comunidade próxima.

Testemunhas avisaram a GCM sobre o sequestro e os agentes de segurança fizeram uma força tarefa para localizar e salvar o colega de farda. As buscas foram coordenadas pelo secretário de Segurança do Município, Coronel Virgolino, pelo Comandante Geral da GCM, Inspetor Raimundo, subcomandante Inspetor Vaz e demais oficiais da corporação.

O veículo da vítima foi localizado em uma comunidade, em uma rua próxima à área do sequestro. Até que os GCMs conseguiram identificar e estourar o cativeiro, resgatar o guarda sequestrado, a namorada dele, e prender os bandidos.

Após ser resgatado, o GCM falou sobre os momentos de pânico e a tortura sofrida: “Dentro do cativeiro foi a sensação de terror. Tortura o tempo inteiro, física, moral… Nenhum ser humano merece passar por isso”, relatou, à reportagem da Record TV. “Chutavam, cuspiam, soco no rosto”.

Fonte: www.visaooeste.com.br